Administrador de Mocuba exige dinheiro para o Congresso

O administrador do distrito de Mocuba, Félix Teonas Sinussene, está obrigar funcionários do distrito a contribuírem para o Congresso do partido Frelimo que se realiza em Setembro próximo em Maputo.

Conforme a nota que ele próprio assinou e que já está a circular nas redes sociais, Félix até definiu os pagamentos numa tabela de acordo com o cargo que cada funcionário desempenha.

A nota com o nr 18/GDM/GM/17, datada de 07 de Julho de 2017, obriga que os funcionários sobretudo os que ocupam cargo de chefia devem pagar valores que variam de 20.000 meticais a 1.500 meticais.

E mais, o senhor Administrador de Mocuba diz que este valor deverá ser depositado numa conta bancaria e os talões de depósito em jeito de confirmação, deverão ser entregues a ele que depois dai, ele próprio fará o encaminhamento a Direcção provincial de Economia e Finanças da Zambézia.

Este documento assinado pelo administrador está criar indignação porque mostra claramente como o governo empobrece os seus funcionários em beneficio do partido Frelimo.

Posted by on Julho 15, 2017. Filed under Destaques, Política. You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0. You can leave a response or trackback to this entry

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

FOOTER - RIGHT