Alunos expostos ao perigo nas estradas de Quelimane

Os alunos das Escolas Primárias Completas do Coalane e 17 de Setembro, da cidade de Quelimane respectivamente, correm riscos na rodovia uma vez que estas atravessam as estradas sozinhas sem mínimas condições de segurança.

Um dos riscos eminente está na EPC do Coalane, onde esta instituição de ensino público, tem as suas salas de aulas nos dois lados da estrada, facto que torna dificil as crianças atravessarem de uma faixa de rodagem para outra.

Em entrevista nesta terça-feira (19) com o director-adjunto da EPC do Coalane, Américo Olímpio Moisés disse ao Diário da Zambézia que como forma de evitar eventuais acidentes, a sua escola havia seleccionado 12 alunos para serem formados em matéria de trânsito pelo Instituto Nacional dos Transportes Terrestres, delegação da Zambézia (INATTER), de modo ajudar os seus colegas menores de idade que tinham dificuldades em atravessar a estrada.

Ver mais detalhes na edição impressa.

Posted by on Setembro 20, 2017. Filed under Quelimane, Sociedade. You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0. You can leave a response or trackback to this entry

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

FOOTER - RIGHT