Ex-director de Educação vai ao Tribunal

O então director provincial da Educação e Desenvolvimento Humano na Zambézia, Armindo Primeiro envolvido num suposto desvio de cerca de 3 milhões de meticais conforme o Ministério Público divulgou, o dinheiro que era destinado para a reabilitação da Casa de Cultura de Chinde em 2014, vai apresentar-se esta quarta-feira(20) ao Tribunal Judicial da Província da Zambézia, concretamente na 4a Secção onde o Caso foi remetido.

Informações que o Diário da Zambézia obteve, indicam que Armindo Primeiro vai em audiência para esclarecer algumas zonas de penumbra, visto que tinha sido concedido por lei um tempo para se defender.

Ver detalhes na edição impressa.

Posted by on Setembro 20, 2017. Filed under Destaques, Economia, Quelimane. You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0. You can leave a response or trackback to this entry

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

FOOTER - RIGHT