Director da Saúde não dá argumentos convincentes


No entanto, os proprietários das farmácias pediram que se especificasse o resultado da amostra de Fenoximetilpenicilina, orque para eles, vincar no comunicado que o medicamento é “impróprio para o consumo” é insuficiente”.

Leia mais na edicão Impressa.

Partilhe nas Redes Sociais

Submit to DiggSubmit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to StumbleuponSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Há mais de duas semanas circulava nas redes sociais, um Comunicado vindo da direcção provincial da Saúde da Zambézia, dirigida para todas as farmácias privadas e públicas da província, para retirar das suas prateleiras o medicamento Fenoximetilpenicilina 500mg, que era tido como impróprio á mais de duas semanas circulava nas redes sociais, um Comunicado vindo da direcção provincial da Saúde da Zambézia, dirigida para todas as farmácias privadas e públicas da província, para retirar das suas prateleiras o medicamento Fenoximetilpenicilina 500mg, que era tido como impróprio surpresos com o Comunicado, disseram ao Diário da Zambézia, que nunca receberam algum documento vindo da DPS, dai que eles só poderiam pronunciar-se se a direcção da Saúde os solicitasse.

Registe-se para ler o artigo completo...