Trovoada mata na Maganja da Costa

Duas pessoas perderam a vida na tarde desta segunda-feira(13) na vila autárquica da Maganja da Costa, cerca de 300km de Quelimane, a capital provincial na sequência de uma descarga atmosférica que se fez sentir.

Conforme explicou em exclusivo o Presidente daquela autarquia ao Diário da Zambézia, as vítimas encontravam-se no mercado local nas suas compras normais.

Virgílio Dinheiro explicou que a descarga atmosférica fez-se acompanhar de chuva torrencial que abalou a autarquia. Num outro desenvolvimento, o edil da Maganja da Costa disse que a edilidade vai dar o apoio necessário, visto que tratam-se de vidas humanas.

Refira-se que a vila municipal da Maganja da Costa não registava chuvas nos últimos tempos.

Posted by on Fevereiro 14, 2017. Filed under Destaques, Maganja da Costa, Sociedade. You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0. You can leave a response or trackback to this entry

2 Responses to Trovoada mata na Maganja da Costa

  1. Acho melhor necessário que a informação fosse mais aprofundada,de verdade o incidente aconteceu mas não era numa altura de compras mas sim as vítimas se encontravam num salão /cabeleira numa conversa entre os dois quando fazia chuva

  2. Procuro meu Pai, Raul Celestino Soares da Costa, filho de Isabel Vieira Soares e de Moreno da Costa, sendo que a ultima noticia que tive dele foi ha 25 anos. Sabe que era transportador de cereais e sal para o Malawi, Zambia e em Mocambique, tendo em 1976 residido em Lourenco Marques.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

FOOTER - RIGHT