Desporto

“Operários” perdem os primeiros três pontos em casa

Pela primeira vez desde o arranque do Moçambola-Zap, edição 2018, a turma do 1o de Maio de Quelimane perdeu os primeiros três pontos e desta vez, o carrasco foi o Chibuto Futebol Clube, treinado por Artur Semedo, que veio a Quelimane vencer 0-1 aos “Operários”, golo marcado por Jaita aos 43 minutos da etapa final, deixando assim para baixo todas esperanças da turma zambeziana em conseguir mais um empate. Desilusão total nas bancadas, visto que o 1o de Maio nunca tinha averbado derrota no seu reduto.

No geral, foi um jogo onde viu-se a maturidade dos visitantes que até notou-se no golo que foi bastante calculista, não permitindo que os donos de casa tivessem alguma manobra para empatar ou inverter o resultado.

“Locomotivas” de Quelimane entram com pé direito

O Ferroviário de Quelimane, recebeu e venceu neste domingo, o Benfica de Dondo por 2-1, no jogo a contar para a primeira jornada do Campeonato Nacional da Segunda Divisão, ao nível da zona centro, entrando assim com pé direito nesta que é a segunda prova do país. Os golos dos “Locomotivas”, foram marcados por Dilo e Danito, mas não tivemos o nome do autor do golo do Benfica de Dondo. Enquanto, isso, o outro representante da Zambézia, o Matchedje perdeu diante do

“Operários” vencem ao apagar das luzes com golo do “mal amado”

A equipa do 1o de Maio de Quelimane, venceu por 1-0 ao Ferroviário de Nacala, num jogo a contar para a 4a jornada do Moçambola-Zap 2018. Foi um jogo onde praticamente não houve jogadas vistosas, mas os donos de casa, tentaram mostrar que queriam vencer a partida.

Estava difícil, porque o treinador dos “nacalenses”, Rogério Balate, vulgarmente conhecido por Zulo, conhece bem esta província e quiçá a equipa adversária. Por isso, o jogo não foi grande coisa e não tendo sido, valeu apenas pelo golo de Ismael a passagem do minuto 81, quando a bola foi ao fundo da baliza a guarda do internacional Victor, fazendo assim como que os donos de casa saíssem com os 3 pontos.

Na próxima jornada, o 1o de Maio vai a Chimoio para defrontar o Textáfrica local, num jogo que o treinador dos “operários”, Sebastião Sitoé, diz que um ponto seria ideal.

Operários “roubam” dois pontos aos “Locomotivas” da Beira

A turma do 1o de Maio de Quelimane empatou por 1 bola diante do Ferroviário da Beira, no jogo realizado em Quelimane neste domingo. Com este empate, o 1o d e Maio não sofreu ainda nenhuma derrota quando joga em casa. Em suma, o jogo não foi uma grande coisa, ao avaliar pela forma como as duas equipas entraram.

Aos “Locomotivas” da Beira, valeu-lhes o autogolo marcado por Hassan, isso aos 8 minutos da primeira parte. Mas os donos de casa não se deixaram intimidar, como corolário disso, conseguiu o empate na transformação de uma grande penalidade marcada aos 44 minutos por intermediário de Nacito.

Taça de Moçambique: Ferroviário de Quelimane elimina 1 de Maio

O Ferroviário de Quelimane passou para a fase seguinte da Taça de Moçambique, ao eliminar neste domingo no seu campo, o 1 de Maio de Quelimane que milita no Moçambola-Zap por 3-2, num jogo cujo o golo de desempate foi marcado aos 90 minutos por intermédio de Fila que teria feito outro golo, tal como Michael. Os golos do 1o de Maio de Quelimane foram apontados por Nhama e Nacito.

Foi um jogo bom para ser visto, mas mais uma vez o representante da Zambézia no Moçambola não consegue passar para a fase seguinte desta competição, limitando-se apenas em ser eliminado. Alguns dizem que o 1 de Maio está concentrado ao Moçambola, mas há que sublinhar o valor e a importância que a Taça de Moçambique também tem no nosso futebol.

Foto: Ferroviário de Quelimane