ACTUALIZAÇÃO: Tremor de terra deixa rastos de destruição

O tremor de terra que se fez sentir na manhã(10:40) desta quinta-feira(8), cujo o epicentro foi a partir de Nsange, 25 km do nordeste da província central da Zambézia, deixou um rasto de destruição naquela região do Malawi.

Imagens na posse do Diário da Zambézia mostram vias de acesso com fendas e ou mesmo destruídas, tudo por causa da intensidade do sismo que foi de 5.6 na escala de richter, conforme avançou o geólogo Grácio Cune, da Associação de Geológica e Mineira de Moçambique(AGMM), numa entrevista exclusiva que concedeu ao DZ. Ver postagem anterior. Do lado da Zambézia, onde o sismo foi sentido um pouco por toda província, não foram até agora registados danos humanos e nem materiais, mas as autoridades continuam a trabalhar para apurar mais elementos. Porém, algumas regiões da província da Zambézia, registaram por duas vezes este fenómeno, tendo a segunda ocorrido por volta das 12:40 minutos, mas que não consta dos registos.

Conteúdo em actualização

Partilhe nas Redes Sociais

Submit to DiggSubmit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to StumbleuponSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn