ACTUALIZAÇÃO-MILANGE: Sismo causa danos materiais e humanos

Os efeitos do sismo da magnitude 5.6 na escala de richter que se registou esta quinta-feira, 8 de Março, cujo o epicentro foi na zona de Nsange(Malawi) e que se fez sentir nas províncias da Zambézia e Tete, já começam a ser reportados. Depois dos rastos de destruição ocorridos na zona de Blantyre(ver actualizacao anterior), na província da Zambézia, concretamente no distrito de Milange(zona próxima ao Malawi), o governo local registou danos materiais e humanos, conforme explicou o administrador daquele distrito Mário Macanza em entrevista exclusiva concedida ao Diário da Zambézia. Ver abaixo.

De acordo com Macanza, os danos registados não são de grande monta, tendo explicado ele que por exemplo, uma sala de aulas da EPC Mugaua, ficou com rachas na parede e na mesma escola, um aluno da 5a classe viu seu braço fraturado, mas que rapidamente foi evacuado para o Hospital distrital. Já na escola secundária de Milange-sede, um aluno da 10a classe também fracturou braço enquanto que uma aluna ficou inconsciente, mas sem causar preocupação. Neste momento, o ambiente é tido como calmo, mas o administrador explicou que o tremor de terra foi sentido por duas vezes, pior ainda já que Milange tem nas proximidades o monte Tumbine, o ambiente ficou muito mais de preocupação temendo o pior.

Comunicado do INAMI induz a falsas informações

Um comunicado do Instituto Nacional de Minas(INAMI) emitido ontem depois do tremor de terra, induz ao erro a muitos leitores. No comunicado pode-se ver que por exemplo, o sismo aconteceu no Chire, distrito de Morrumbala, situação que é contrariada pelos mapas de vários satélites. E não só, no mesmo comunicado pode-se ver que o INAMI aponta danos na escola secundária Joaquim Maquival no distrito de Milange, coisa que não é verídica, conforme disse o próprio administrador distrital. Aliás, o Conselho Distrital da Juventude em Milange no seu grupo de “whatsap” veio também desmentir esta falsa informação emitida por um organismo do governo. Refira-se que o sismo desta quinta-feira, provocou pânico um pouco pela província da Zambézia.

OUVIR A ENTREVISTA COM O ADMINISTRADOR DE MILANGE

 

Partilhe nas Redes Sociais

Submit to DiggSubmit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to StumbleuponSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn