Agentes do SERNIC pedem dinheiro a ladrões

Supostos ladrões de telemóveis na via pública, dizem estar cansados com actos de extorsão perpetradas por alguns Agentes do Serviço Nacional de Investigação Criminal(SERNIC) delegação da provincial da Zambézia que vezes sem conta, vão as casas dos tais ladrões de telemóveis sem mandado de prisão e em troca, cobram valores monetários que podem até chegar aos 20 mil meticais.

O facto foi dito esta segunda-feira em Quelimane, por indivíduo preso indiciado de roubo telemóveis na via públicas usando uma motorizada nessas suas incursões nas artérias desta cidade.

Ver na edição impressa já disponível

Partilhe nas Redes Sociais

Submit to DiggSubmit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to StumbleuponSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn