Em fim de mandato: Autarquia da Maganja da Costa reclama ganhos

Quando faltam alguns meses para o fim do mandato, os municípios começam a olhar o que haviam prometido e também o que foi realizado.

A província da Zambézia, tem seis autarquias, de entre elas, a Maganja da Costa, uma pequena vila com cerca de 40 mil habitantes, de acordo com o Censo-2007, uma área geográfica de 82 km2, o município da Maganja da Costa é gerido pela Frelimo que em 2014, através do voto popular do escrutínio eleitoral, elegeu Virgílio Dinheiro, Engenheiro Agrónomo de profissão.

Oficialmente, a vila municipal da Maganja da Costa, celebra o seu aniversário à cada 1 de Junho, juntando-se assim as festas da pequenada, o que dá mais graça, porque quase que ninguém fica em casa neste dia.

Com enormes desafios como qualquer um, olhando também pelas especificidades do distrito, aqui estamos a falar dos acessos, solos, e outros factores, a Vila da Maganja da Costa tem uma população maioritariamente camponesa. Mas nos últimos tempos, quando se tornou autarquia, quase que as exigências dos cidadãos tornou-se duplicou, porque todos sentem que há uma edilidade que tem obrigações de fazer alguma coisa. Em fim de mandato, fazem-se as contas, quer por parte da população assim como dos gestores municipais.

Reportagem EXCLUSIVA para ver na edição electrócnica

Partilhe nas Redes Sociais

Submit to DiggSubmit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to StumbleuponSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn