Crise reduz licenciamento de empresas

O Balcão de Atendimento Único(BAU) na Zambézia, registou em 2017 uma ligeira redução ao licenciar cerca de 947 empresas, contra 1.100 que estavam planificadas, representando uma redução de cerca de 13% se comparado com o igual período de 2016, aliado a conjuntura económica e financeira que se alega o país estar atravessar.

Tal como revelou nesta quinta-feira (11) em Quelimane, Vera Godinho, directora Executiva de Balcão de Atendimento Único (BAÚ) na Zambézia, em entrevista ao Diário da Zambézia, que das empresas licenciadas, destacam-se as micro, média e pequena dimensão, entre nacionais e internacionais, onde contribuíram para a província um volume de investimento de mais de 671 milhões de Meticais.

Godinho disse por outro lado que, a redução de número das empresas licenciadas no ano passado não afectou as receitas do Estado, aliás, a fonte sublinhou que para o ano transacto o BAÚ nesta parcela do país, colectou para o cofre do Estado, mais de 2 milhões de meticais, dinheiro vindo de impostos das empresas, contra 900 mil Meticais que tinham sido planificados.

FOTO: GOOGLE

Partilhe nas Redes Sociais

Submit to DiggSubmit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to StumbleuponSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn