Saúde

“Cunha” para ser funcionário da Saúde

A Assembleia Provincial da Zambézia (APZ), através da bancada da Renamo por sinal a maioria, denunciou  inúmeras irregularidades que ocorrem na direcção Provincial de Saúde na Zambézia dentre elas, a não obediência dos critérios de contratação para admissão de funcionários e agentes.

Fernando Mobiua da bancada da Renamo, fez este pronunciamento ao apresentar os pontos prévios da sua bancada, no decurso da 7ᵃ Sessão Ordinária da APZ, tendo argumentado que estes actos notaram-se muito mais na recente contratação dos graduados dos Institutos de Ciências e Saúde, com enfoque para os graduados em Quelimane, onde a DPS na Zambézia, ignorou os critérios, facto que apelidou de corrupção no sector. Mais adiante, Mobiua sustentou que os distritos de Gurué, Pebane, Maganja da Costa, Quelimane entre outros, são os que mais viram admissões de novos funcionários para o sector de Saúde.

Ver na edição impressa

Falso enfermeiro no Hospital Central de Quelimane

Um cidadão que aparenta 28 anos de cidade, cuja a identidade não foi revelada, foi encontrado a prestar falsos serviços no Hospital Central de Quelimane(HCQ), na última sexta-feira.

De acordo com informações exclusivas que o Diário da Zambézia obteve, o cidadão fazia-se passar de um enfermeiro e todo ele vestido de branco, ia extorquindo alguns valores de pessoas alegando que ele podia facilitar consultas rápidas com os médicos. Sabe também o DZ das suas fontes que o falso enfermeiro tinha alguns medicamentos na sua posse.

Quando questionado pela segurança sobre o sector que trabalha concretamente, o falso enfermeiro não conseguiu explicar, situação que criou suspeita e dai, o mesmo foi levado a direcção do hospital que não o reconhece como enfermeiro. Neste momento, o falso enfermeiro encontra-se no Comando Distrital da Polícia da República de Moçambique do distrito de Quelimane inaugurado recentemente e este falso enfermeiro pode ter sido o primeiro a ser encarcerado naquela unidade policial.

ICSQ coloca mão de obra no mercado

O Instituto de Ciência de Saúde de Quelimane(ICSQ), gradua esta quarta-feira(20), 228 técnicos de saúde de diversas áreas.

Trata-se de graduados em Enfermagem geral, enfermagem em saúde infantil, técnicos de medicina geral, técnicos de medicina preventiva e saneamento do meio, técnicos de laboratório, técnicos de farmácia e técnicos de nutrição que vão a partir de hoje(quarta-feira), estar ao dispor da população para mostrarem o seu saber aprendido durante o curso.

Recorde-se que o sector de saúde tem realizado graduações de vários institutos mas ainda há carência de profissionais.

Partos à cesariana assustam parturientes

As parturientes que deram entrada na semana finda nos serviços de Maternidade do Hospital Geral de Quelimane (HGQ), acusam a entidade de estar a tomar decisões compulsivas para partos cesarianas e queixam-se que o cenário tende a gravar-se cada vez mais com frequência.

Segundo contaram ao Diário da Zambézia em jeito de denúncia, só neste final de semana deram entrada na Maternidade do HGQ, um número superior de 5 mulheres com idades compreendidas entre 20 aos 36 anos e deste número, quase todas foram submetidas ao bloco operatório para partos cesarianas. Sem avançar nomes, as parturientes contam que não sabem o que está acontecer naquele centro hospitalar, pois durante as consultas pré- natais e não só, tudo decorreu nos conformes, entretanto, para depois terem a notícia de que serão submetidas ao parto cesariana, facto que mete medo nas mulheres por se tratar de uma situação delicada.

Entretanto, as pacientes disseram que este fenómeno não é novo, porque segundo elas, este cenário já vem acontecendo desde que os médicos de origem asiática começaram actuar nesta área.

Ver detalhes na edição impressa

Combate a desnutrição nas crianças com mais meios

O Fundo das Nações Unidas para Infância (UNICEF), procedeu esta sexta-feira(24) a entrega meios circulantes como viaturas e motorizadas ao governo da Zambézia, para o combate a desnutrição que afecta maior parte das crianças nesta parcela do país.

No total são 56 motorizadas e 19 viaturas que foram entregues aos distritos de Pebane, Mulumbo, Lugela e Gurué que vão ser usadas para actividades integradas tais como educação sanitária, Programa Alargado de Vacinação(PAV), abastecimento de água entre outras que o governo tem como prioridade.

Falando na ocasião, o representante da UNICEF, Michael Chinedza, disse que a sua organização faz a entrega daqueles meios como resultado do trabalho que tem vindo a desenvolver nesta parcela do país em particular e no país em geral em prol da ciranca. Chinedza sublinhou que com estes meios, espera-se a redução dos índices de malnutrição nas crianças.

Por seu turno, o governador da Zambézia, Abdul Razak, disse que os meios devem ser usados primeiro de forma racional para que de facto sejam alcançados os objectivos desta acção, para mais adiante pedir a todos para que hajam resultados palpáveis nestas áreas que o governo e seus parceiros alocam meios.

Refira-se que a província da Zambézia é a segunda com casos de desnutrição crónica, daí estes esforços todos visam reduzir estes índices.