“Cunha” para ser funcionário da Saúde

A Assembleia Provincial da Zambézia (APZ), através da bancada da Renamo por sinal a maioria, denunciou  inúmeras irregularidades que ocorrem na direcção Provincial de Saúde na Zambézia dentre elas, a não obediência dos critérios de contratação para admissão de funcionários e agentes.

Fernando Mobiua da bancada da Renamo, fez este pronunciamento ao apresentar os pontos prévios da sua bancada, no decurso da 7ᵃ Sessão Ordinária da APZ, tendo argumentado que estes actos notaram-se muito mais na recente contratação dos graduados dos Institutos de Ciências e Saúde, com enfoque para os graduados em Quelimane, onde a DPS na Zambézia, ignorou os critérios, facto que apelidou de corrupção no sector. Mais adiante, Mobiua sustentou que os distritos de Gurué, Pebane, Maganja da Costa, Quelimane entre outros, são os que mais viram admissões de novos funcionários para o sector de Saúde.

Ver na edição impressa

Partilhe nas Redes Sociais

Submit to DiggSubmit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to StumbleuponSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

A Assembleia Provincial da Zambézia (APZ), através da bancada da Renamo por sinal a maioria, denunciou  inúmeras irregularidades que ocorrem na direcção Provincial de Saúde na Zambézia dentre elas, a não obediência dos critérios de contratação para admissão de funcionários e agentes.

Fernando Mobiua da bancada da Renamo, fez este pronunciamento ao apresentar os pontos prévios da sua bancada, no decurso da 7ᵃ Sessão Ordinária da APZ, tendo argumentado que estes actos notaram-se muito mais na recente contratação dos graduados dos Institutos de Ciências e Saúde, com enfoque para os graduados em Quelimane, onde a DPS na Zambézia, ignorou os critérios, facto que apelidou de corrupção no sector. Mais adiante, Mobiua sustentou que os distritos de Gurué, Pebane, Maganja da Costa, Quelimane entre outros, são os que mais viram admissões de novos funcionários para o sector de Saúde.

Ver na edição impressa